O impacto da embalagem no frete

A embalagem da sua loja não serve apenas para levar o seu produto ao cliente final, ela exerce também a emoção positiva no consumidor, ajuda a divulgar promoções, chamar atenção e, por outro lado, pode gerar um custo extra no frete, caso não seja aproveitada devidamente.

Antes de escolher como será feita a embalagem do produto, todo lojista precisa conhecer a forma de faturamento dos Correios e transportadoras. Eles usam o fator de cubagem. Usando medidas de altura, largura e comprimento, cria-se uma fórmula de cálculo para determinar o valor do frete.

Para o seu fornecedor é uma questão de aperfeiçoar o transporte e produzir eficiência. Para você, pode ser uma fonte de gastos extras, caso seu planejamento não tenha conhecimento das regras.

Planejando a embalagem

O fator de cubagem, central para essa conta, depende da sua negociação com cada fornecedor, por isso vamos usar o modelo dos Correios, que é fixo, para explicar. Se o fator de cubagem é 6000, usamos a seguinte fórmula de cálculo: multiplicar as dimensões e dividir por 6000.

Um exemplo: sua loja vende uma calculadora de 200 gramas e envia pelos Correios. Se o produto for embalado em uma caixa de 0,25 x 0,20 x 0,19 ele pesaria 1,53 kg, devido ao fator cúbico. Sempre será considerado o maior, peso real ou peso cúbico. Neste caso, estamos considerando o peso cúbico, o maior na soma.

O impacto financeiro é 12,5% na simulação de preço pela tabela escalonada por frete/peso dos Correios, considerando tarifa de R$ 8,00 até 500 gramas – R$ 9,14 tarifa de 1,500 a 2,000kg.

Existem infinitos produtos – cada um com sua embalagem e peso. As empresas precisam conhecer bem as possibilidades para o seu mix de produtos e avaliar o impacto no peso de cada uma delas. Tudo isso sem esquecer, claro, a experiência do cliente, uso da sua marca e proteção do produto.

Por isso usar bem a embalagem se transforma em ganho financeiro quando se trata de gestão de frete. Você tem que ser eficiente com menor custo de envio e maior segurança do produto.

Fonte: https://www.ecommercebrasil.com.b

Deixe uma resposta