DICAS DE CONTROLE DE ESTOQUE PARA ECOMMERCE

Em busca de dicas sobre controle de estoque para e-commerce? Neste artigo explicamos 5 elementos que você deve ficar atento para ter um controle de estoquede qualidade na sua loja virtual. Confira:

 

1. DEFINA QUAL A NECESSIDADE DO SEU CONTROLE DE ESTOQUE

Quando se trata de e-commerce, se pergunte: Você realmente precisa de estoque?

Existem técnicas do envio direto do fornecedor para o comprador final – mais conhecido como DropShipping, e é uma das maiores vantagens de negócios virtuais. No entanto, caso não seja esse o caso, você precisará de técnicas básicas de gestão de estoque.

Você também pode avaliar cada fornecedor e optar por um modelo híbrido. Assim, você não sacrifica a sua variedade de produtos mas também consegue desonerar uma parte da gestão.

2. TRABALHE COM MÉTRICAS

Entenda quanto espaço você realmente tem. Evite entulhar produtos em espaços que não deveriam ser usados para estoque – você pode perder o controle das mercadorias e ter de arcar com prejuízos depois.

Meça quais produtos tem maior saída, quais os impactos das ações de venda realizadas e quanto tempo cada produto leva pra ser entregue após o pedido ao fornecedor. Depois disso, cruze os dados e defina metas e ações de otimização.

O Excel pode ser um excelente auxiliar nessa fase.

3. FACILITE

Coloque os produtos mais vendidos em locais de fácil acesso. Use etiquetas de endereço, não pense que escrever à mão “compensa a economia”. Tenha instruções claras de armazenamento para diferentes itens, assim como regras de convívio e limpeza do estoque. Automatize o máximo de processos que puder. Esses pequenos cuidados podem parecer meio bobos e pra muitos até óbvios, mas fazem toda a diferença.

Quando não existe a necessidade de uma loja física, é muito fácil descuidar do básico. Por isso, atenção redobrada para manter a qualidade e a organização do seu estoque podem fazer tudo rodar de forma mais eficiente e ainda por cima dão clareza de resultados – algo essencial pra saber detecta a hora de escalar ou expandir mais um pouco o seu negócio.

4. ATUALIZE SEMPRE

Para não perder o controle das mercadorias e nem do que entra ou que sai, seja obsessivo com a atualização do estoque. A atividade de controle de estoque pode atingir níveis bem altos de complexidade dependendo da quantidade de solicitações e da sua demanda, por isso registros bem atualizados são essenciais.

O ideal é escolher um bom software – existem diversas opções no mercado, sendo que algumas são gratuitas. Quando são pagos, geralmente vem integrados com toda uma parte de gestão financeira, emissão de nota fiscal, controle de suprimentos e exportação pra planilhas em excel, o que pode ser muito útil.

Analise o que melhor se adapta ao seu caso e também à sua necessidade e vá em frente.

 

5. INVISTA NA RELAÇÃO COM FORNECEDORES

Escolha seus fornecedores com cuidado, procure enxergar além do preço. Faça o possível para transformá-los em verdadeiros parceiros do seu negócio. Tenha tudo muito bem conversado e combinado, e procure ter um relacionamento bacana com cada um deles. Quando falamos de prazos, um fornecedor que está disposto a te atender quando você mais precisar fará toda a diferença no seu negócio.

Portanto, atenda-os bem, seja honesto nas negociações e deixe as regras claras. Assim como em qualquer negócio, confiança é essencial.

Fonte: https://www.dlojavirtual.com

Deixe uma resposta