Como organizar sua mudança em oito passos

Sabendo do trabalho e do transtorno que uma mudança de residência pode causar para quem não é muito organizado, resolvemos montar um guia rápido com oito dicas essenciais para ajudar em qualquer bagunceiro a organizar seus pertences e tornar esse momento mais prazeroso.

Antes de iniciar qualquer trabalho, lembre-se que essa pode ser a oportunidade para você organizar uma parte da casa que não mexia há tempos, ou mesmo que não costumava organizar. É muito comum que nesse processo de encaixotar nossas peças, nós encontremos itens que haviam se perdido, que nem sabíamos que existiam e reaproveitá-los de maneira criativa e usual.

Também podemos aproveitar esse momento para praticar o chamado “desapega”. Doações são bem vindas em qualquer época do ano, mas a mudança é uma ótima oportunidade para dar aquela revirada no fundo do baú. Sempre pense que há pessoas que precisam mais do que você. Se servir de incentivo, aquilo que você não usa há mais de 2 anos com certeza não irá te fazer falta na casa nova. Essa também é uma boa oportunidade para por fim à papelada que guardamos em casa, muitas vezes sem perceber.

Veja nossas dicas. Elas podem ajudar muito na hora da organização:

Dica 1
Vá até sua nova moradia e explore bem os ambientes. Tire medida dos cômodos, das paredes, assim você poderá saber o que vai acomodar em cada local antes mesmo de se mudar. Com esses parâmetros em mãos, você não correrá o risco de levar móveis que não caibam e objetos que não serão utilizados.

Dica 2
Depois da dica um, você conseguirá definir o que irá para cada local. Isso irá facilitar na hora de entregarem sua mudança na casa nova. Já saber onde serão colocados os itens maiores e mais pesados evita que você, com o tempo, fique mudando-os de lugar para melhor adequá-lo.

Dica 3
Ao dar início à organização da mudança comece sempre separando suas roupas pela estação oposta a que está no momento. Isso irá facilitar na hora de armazenar e evita ficar voltando às caixas para retirar algo que precisará usar.

Dica 4
Sempre que possível coloque objetos pequenos dentro de objetos maiores. Assim você otimiza o espaço dentro das caixas e é uma maneira bastante eficaz de protege-los durante a mudança.

Dica 5
Tente não misturar itens dentro de uma caixa. Para isso a setorização é sempre a melhor solução. Se for retirar objetos de uma gaveta de talheres, por exemplo, mantenha-os sozinhos e não misture com outros itens. Isso irá facilitar na hora em que precisar procurar seus objetos.

Dica 6
Sempre que for embalar objetos frágeis redobre a atenção na hora de empacotar. Jornal, papel, plástico bolha são opções interessantes e confiáveis para proteger os objetos. Nunca force-os demais para não quebrarem e procure sempre identificar por fora das caixas o grau de fragilidade e atenção.

Dica 7
Modere o peso das caixas. Nunca as deixe muito cheias ou pesadas porque serão difíceis de carregar e podem vir a estourar por conta do excesso de peso. Objetos como livros e pratos devem sempre ser acomodados em caixas menores para facilitar a locomoção.

Dica 8
Última dica. Identifique suas caixas. Se você optar por fazer isso sem a ajuda de uma empresa especializada uma dica é identificar o setor das caixas, o que tem dentro e numerá-las. Ex: Cozinha, Pratos, 10. Faça uma lista a parte com essas informações, assim você poderá checar quantas caixas possui sua mudança e onde os profissionais irão deixá-las na hora de descarregar, tudo para facilitar sua vida.

Publicação original: https://www.mudancasmonica.com.br/noticias/como-organizar-sua-mudanca-em-oito-passos-1

Deixe uma resposta